Preservando o bem comum

A conservação das áreas comuns mantém o valor do nosso patrimônio. Os apartamentos são mais valorizados quando o condomínio tem boa aparência, é limpo e bem cuidado, sem paredes danificadas, manchadas ou sujas, e com jardins bem conservados.

Algumas dicas:

  • Conserve os carrinhos de supermercados que estão ao nosso dispor. Não coloque muito peso ou transporte entulho sem que esteja devidamente embalado. Leve o carrinho com cuidado para não danificar os elevadores, paredes, quinas e espelhos. Ao terminar de usá-lo, devolva-o ao local apropriado e não esqueça de retirar sua chave.
  • Ao passear com seu cãozinho recolha as fezes nos sacos plásticos distribuídos nas portarias e deposite nas lixeiras espalhadas estrategicamente pelo estacionamento.
  • Em caso de mudanças oriente os funcionários da transportadora para que tenham cuidado com paredes, portas e elevadores. Não coloque excesso de carga nos elevadores. O limite de peso deve ser respeitado.
  • Os jardins não devem ser utilizados para cortar caminho ou como banheiro dos animais. As plantas sentem a agressão e agradecem pelo carinho dispensado. Não retire mudas de plantas. Os jardineiros poderão providenciar alguma, gentilmente, caso solicitado e aprovado pela administração.
  • Os veículos devem circular apenas nas áreas destinadas a esse fim. Cortar caminho por entre as vagas, fugindo dos quebra-molas, é proibido e pode causar acidentes sérios. Alguns já aconteceram no nosso condomínio. O limite de velocidade deve ser respeitado. Felizmente são poucos os usuários que não respeitam as regras, mas ainda há casos diários, sempre no mesmo horário e local (e pelos mesmos motoristas). Fica feio, não é?  É importante lembrar que carros e pedestres utilizam as mesmas vias. Muitas crianças correm despreocupadas, sem prestar a devida atenção. Cabe ao motorista evitar acidentes.
  • Ao estacionar, ocupe apenas uma vaga, mesmo que sua unidade tenha direito a duas ou três vagas que não estejam sendo utilizadas.  Há inúmeros casos de motoristas que ocupam duas vagas por não querer que ninguém estacione ao lado do seu veículo. Fala sério!!!

O que pode ser reciclado

O Condomínio Joia da Barra separa seu lixo, enviando uma parte para a reciclagem, conforme vimos em matéria sobre o assunto. Os valores arrecadados são utilizados no final do ano, transformados em cestas básicas distribuídas aos seus funcionários.

Para evitar dúvidas, relacionamos os materiais que podem e os que não podem ser reciclados:

Vidros

Pode: garrafas, frascos de molhos, potes de produtos alimentícios, frascos de remédios,, perfumes e produtos de limpeza, cacos de qualquer das embalagens acima.

Não pode: espelhos, vidros de janela e box de banheiro, vidros de automóvel, cristal, lâmpadas, formas e travessas de vidro temperado, ampolas de remédio.

Plásticos

Pode: potes de todos os tipos, embalagens de detergente, xampu, água sanitária,, material de limpeza,  tampas de todos os tipos, sacos de alimentos.

Não pode: celofane, espuma, embalagens a vácuo, fraldas descartáveis.

Metal

Pode: latas de bebidas e alimentos, tampas de garrafas de bebidas, conservas, arames, grampos, fios, pregos, marmitex, tubos de creme dental, alumínio, cobre e outros metais.

Não pode: pilhas normais e alcalinas (há locais específicos para depositar esse tipo de material, que não deve ser depositado no lixo comum), filtros de ar, latas enferrujadas.

Papel

Pode: jornais, revistas, caixas de papelão, papéis em geral.

Não pode: papel higiênico, guardanapos com comida, copos siliconizados, papel laminado, papéis plastificados, embalagem de biscoito, papel carbono.

Muita atenção:

O lixo, depois de separado, deve ser colocado na área restrita onde fica a lixeira de cada andar, embalado por tipo de material. Jornais sujos e lixo orgânico devem ser colocados imediatamente no tubo coletor. A imagem mostra claramente o que NÃO deve ser feito. Podemos ver embalagens com jornais que, possivelmente, foram usados por animais e estão sujos de fezes e urina. Os ratos gostam de ambientes assim e sobem pelos dutos coletores com facilidade. Então, além de não deixar lixo espalhado, a porta da lixeira deve ser mantida sempre fechada.

Isto não é reciclagem:

Condomínio – Centro – Condomínio fugindo dos engarrafamentos

Muitas vezes estamos no centro ou zona sul precisando retornar ao condomínio. O horário não é atendido por linha da Vênus. O que fazer? Esperar  o ônibus do condomínio? Pegar a integração e saltar no Barra-Shopping? Enfrentar um Taquara (antigo 2113) por toda zona sul e orla da Barra? Uma longa e demorada viagem!

Existe uma alternativa, já testada por alguns moradores.

Basta pegar o Metrô da Linha 2 na direção PAVUNA e saltar em Del Castilho. Perto do ponto final dos ônibus da integração está o ponto final do 613 – Del Castilho – Rio Centro, passando pelo nosso Condomínio. Não é ônibus da integração Metrô-Ônibus. Logo, a passagem deve ser paga em separado.

Pertinho do ponto final do 613 está a entrada para a Linha Amarela. Com tráfego direto, apenas parando um pouco na chegada à Ayrton Senna, a viagem é rápida e tranquila, com ar condicionado. Saltamos no ponto da Amoedo, um pouco antes do Condomínio.

A ida para o Centro pode ser feita da mesma maneira.

ETE – Estação de Tratamento de Esgotos

Você sabe como funciona uma ETE (Estação de Tratamento de Esgotos)? Nosso Condomínio, ecologicamente correto, é um dos poucos da região que tem uma ETE em funcionamento.

Neste vídeo poderemos conhecer nossa ETE. O Celso, responsável pela manutenção e funcionamento, nos fala da sua atividade diária. É um trabalho importante e pouco conhecido, que continua durante a noite mesmo sem a sua presença.

Reciclagem do lixo no Joia da Barra

As latinhas de cerveja, jornais, garrafas pet ou embalagens de papelão são separados diariamente do nosso lixo e disponibilizados para reciclagem. Vamos fazer uma visita, acompanhados pelo Wallace, ao setor de reciclagem do Joia da Barra. A partir de agora, ao jogar o lixo fora, que tal facilitar o trabalho separando as embalagens por lixo orgânico, que não é reaproveitável no momento (poderíamos produzir compostagem e ter adubo para a nossa horta), latas, garrafas, jornais, papelão, ferro, óleo de cozinha, etc?

 

Tudo que arrecadamos com a venda do nosso lixo é transformado em cestas básicas, distribuídas aos funcionários por ocasião do Natal.

Cuidando do nosso jardim

Foto de Paulo Teixeira

Nossos jardineiros trabalham diariamente para manter as plantinhas do nosso jardim sempre bonitas. Há poucos dias todo um canteiro do bloco 5 foi refeito. As plantas, todas replantadas, são as que aparecem na imagem.

Ops!!! Algo estranho!

Alguém permitiu que seu cão usasse o canteiro como banheiro. Os animais não têm culpa. Escolhem o lugar que lhes seja mais agradável. Permitir a entrada no jardim foi o primeiro erro. Este cão deve ser de grande porte, mas mesmo os cães pequenos podem matar uma mudinha, pisando ou urinando em cima. A urina dos cães, muito ácida, é capaz de destruir até peças de ferro, como portões.

O segundo erro foi não recolher as fezes.

O condomínio disponibiliza sacos plásticos para a coleta de fezes, colocados nas portarias de todos os blocos. Também, há caixas coletoras de lixo espalhadas por toda área interna do condomínio. Uma delas está colocada em frente à entrada de serviço do bloco 5, ao lado do local onde foi tirada essa foto.

Se o dono do cão não fizer a sua parte, alguém terá que fazer por ele. É justo?